DINHEIRO COM BITCOIN

Ao contrário da maioria da criptomoedas, como o Bitcoin e o , cujo valor de mercado é determinado por um conjunto de fatores, como oferta e demanda, concorrência, questões regulatórias e confiança dos investidores em sua governança interna, as moedas estáveis (ou stablecoins) oferecem uma proposta diferente. Elas são consideradas estáveis porque são moedas digitais lastreadas em ativos menos voláteis e geralmente mais estabelecidos, como o bitcoin, que é uma moeda fiduciária.

De acordo com a CryptoPotato, em outubro de 2018, o bitcoin dominou o mercado de moedas estáveis, capturando uma parcela de 96% dos investimentos . Em dezembro, essa parcela diminuiu para 73%. Moedas estáveis alternativas, como o Bitcoin, foram lançadas em 2018, mas a expectativa é que novos lançamentos ocorram em 2019.

BITCOIN A MOEDA DO MOMENTO

Entre os últimos acontecimentos mais importantes, o destaque é um anúncio feito no início desta semana pelo Banco Mizuho, do Japão, que pretende lançar sua própria criptomoeda em março, a qual será lastreada no iene japonês. A PricewaterhouseCoopers (PwC), uma das quatro maiores empresas de auditoria do mundo, firmou parceria com a Cred, uma plataforma descentralizada líder em criptomoedas. As empresas pretendem lastrear sua nova moeda em dólar norte-americano.

A corretora japonesa Binance, que permite que os usuários negociem pares de criptomoedasanunciou que adicionará três pares de stablecoins, incluindo. Outro evento interessante ocorreu em 2 de janeiro nos EUA, onde o Departamento Bancário do Texas declarouque qualquer moeda estável lastreada em uma moeda soberana pode ser considerada como dinheiro ou ativo com valor pecuniário, de acordo com a lei norte-americana de serviços monetários.

QUERO SABER MAIS

Deixe uma resposta